Cateter periférico curto

Na emergência, recomenda-se usar um cateter periférico curto simples (desprovido de asas ou aletas e sem extensão), pois será removido dentro de 24-48 horas. Em crianças, devem-se preferir os calibres de 22G ou 20G; em crianças hipovolêmicas, onde é esperada a infusão rápida de líquidos, ou crianças que necessitam de uma transfusão, prefira o calibre de 20G.

Sempre que possível, dentro dos limites compatíveis com a situação de emergência, é aconselhável que o posicionamento seja realizado de acordo com as recomendações das diretrizes da INS e EPIC (local de inserção longe das áreas de flexão; higiene das mãos do operador e luvas limpas; desinfecção da pele com clorexidina alcooloca a 2%, curativo semipermeável e transparente).