Cateter periférico curto

Na emergência, é recomedável o uso de cateteres de baixo custo e de curta duração (podem ser de teflon ou poliuretano, algumas vezes, sem asas e extensor pré acoplado) e deve ser removido dentro de 24-48 horas. O calibre deve ser adequado para o uso pretendido: no paciente hipovolêmico, em que é esperado uma rápida infusão de líquidos, ou um paciente que precisrá de transfusões, é recomendado usar cateters de 20G ou maior calibre. Em pacientes com hemorragia recomenda-se um ou mais cateteres de 16G.                

Sempre que possível, dentro dos limites compatíveis com a situação de emergência, é recomendável que a punção e inserção sejam realizadas de acordo com as recomendações das diretrizes da INS e EPIC (local de inserção longe das áreas de flexão; higiene das mãos do operador e uso de luvas limpas; antissepsia da pele com clorexidina a 2% em álcool, fixação e cobertura semipermeável e transparente).